segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Mar róff de inverno






Perante um dia de calor como o de hoje, só me apeteceu refrescar o espírito, e a memória, com algumas imagens de maresia invernal.
Foi ao meu arquivo procurar algumas que não resisto a partilhar com os internautas.
Os fenómenos naturais serão idílicos para uns - normalmente os visitantes, impiedosos para outros - os residentes.
Indesejadamente cíclicos, suspeitamos, para todos.

11 comentários:

Anónimo disse...

Mostrar este mar revolto pode querer dizer alguma coisa em tempo pre eleitoral...

mb|Weblog disse...

Viva o mar dos Açores!! (Desde que não provoque vítimas e danos materiais)

Anónimo disse...

São vagas como estas que colocam em risco o jardim no campo de futrbol...

Jose Augusto Soares disse...

Belas imagens.
Evidentemente que os forasteiros conseguem encontrar nelas um encanto que os residentes estão longe de sentir. Porque são momentos assustadores.
A Natureza mostra a sua força, e quando o faz...é preciso ter cautela.

Anónimo disse...

Estas fotos e outras devem colocar-se com frequencia nas montras e vitrinas....

Anónimo disse...

Perguntando:
O Tiberio Dinis é Lajense?
Gostaria da confirmação e familia.
Obrigado.

geocrusoe disse...

Bonitas fotos de facto para quem se fascina com este tipo de fenómenos fortes da natureza. Claro que um ordenamento do território permite reduzir os danos de muitos eventos, mas também é preciso ter em consideração que alguns dos aspectos que hoje se podem considerar errados (ocupação de zonas inundáveis) há razões históricas e conjunturais que justificam a situação.
O preocupante é: a ser verdade o modelo da subida dos oceanos, as Lajes do Pico corre mesmo riscos elevados e a sua protecção será mesmo muito difícil

Anónimo disse...

Porque será que o Blog Lepratecoma não publicou o meu comentário. Porque que era correcto e dizia a verdade!?
Apenas disse que o nome dizia respeito a todos os Lajenses e por isso não deveria ser usado para progaganda politica do PS, mas com artigos de opinião o que não era o caso. Sugeri que para isso o dono do Blog tinha outro e então aí poderia usar a propaganda a favor de quem bem entendesse.
Como se dizia a verdade, não publicou, mas ficou sabendo, como entendiamos a sua democracia.
Nativo Ausente.

RPM disse...

olá amigo Paulo....

com estas fotos muito me recordo dos tempos vividos na Ilha Terceira....

Um abraço amigo e cumprimentos à Família

Rui Pedro Matos

Tibério Dinis disse...

Ao anónimo, sim o Tibério Dinis é das Lajes da Ilha Terceira:)

Anónimo disse...

Vendo as aguas placidas de Puget Sound Wa,(USA) da me saudades de ver a ira do Atlantico