segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Ilha Maior

Foto de Ricardo Ferreira
Foto de Ricardo Ferreira

É sempre um prazer regressar ao Pico. Rever amigos, avivar as recordações da infância, dos aromas a pinheiro do mistério, dos figos e uvas, assim como do sabor a mar com a omnipresente montanha ao fundo.

A antiga escola primária, onde aprendi as primeiras letras, a escola secundária, a Filarmónica onde jogava king e dominó, a Lagoa de Cima onde aprendi a nadar e a velejar, as esplanadas, o antigo campo de futebol onde passei horas a fio a jogar, a biblioteca pública onde li os primeiros livros, enfim, enfim, uma torrente de recordações irrompe e inunda-me a alma.

Sempre que posso, aproveito para visitar novos espaços, entretanto criados. O ano passado encantei-me com a antiga fábrica da baleia, o castelo de Santa Catarina e a piscina das Ribeiras.

Desta vez experimentei o whale watching, o museu do vinho (em obras em pleno mês de Agosto?) e, inesperadamente, um passeio á vela num bote baleeiro.

Não se consegue saltar para uma destas embarcações sem que as memórias ancestrais de um passado difícil, mas aventuroso nos assaltem o âmago.
Começa logo no arriar do bote pela histórica rampa da Lagoa, como tantas vezes ocorreu no sec XX.
Prolonga-se na passagem pelo Caneiro, Carreira e continua pela baía fora.

Os estalidos das cordas de sisal, os rangidos da madeira de pinho, ou a brisa que força os panos, impelindo a embarcação, deixam qualquer um extasiado.
Só vos posso dizer que é uma sensação única, plena de emoções e aconselho todos os que gostam de mar a experimentar.

PS 1- Fiquei muito honrado por me terem deixado vir ao leme na viagem de regresso.
PS 2- O experimentado velejador Medina jaz no seu habitual local, à direita do bote, estendido na toalha de banho, em plena rampa - 2ª foto.

8 comentários:

Anónimo disse...

Cada vez que volto, recordo com muita saudade os meus tempos de infancia, as brincadeiras, a escola, os amigos. O Pico tem encanto, o Pico tem um cheiro onde não existe em mais lado nenhum. O Pico é a minha terra, o meu berço, onde aprendi a ser homem. Paulo, quando abri o teu blogue e vi estas fotos as lagrimas vieram-me aos olhos. Ja viste a barriga do Antelmo ahahaah Sim, foram andar de vela e não me chamaram-me. Mas eu fui na regata de sabado e ficamos em 5º lugar e muito se deve aos meus conhecimentos...

Um grande abraço

José Manuel Medina

João Cunha disse...

Tirei uma belas fotos da regata da semana do baleeiro nas Lajes.

Paulo Pereira disse...

João, fiquei curioso com as tuas fotos da Regata dos Baleeiros.
Se entenderes não as publicar no “Ouvi dizer”, podes enviar para o meu mail, que eu terei todo o gosto em o fazer.

João Cunha disse...

Espero vir a publicar as fotos amanha.

Confesso que não fui eu que tirei a maior parte, essa responsabilidade coube à minha namorada daí querer a opinião dela sobre quais publicar. :)

De qualquer maneira depois de as ter dimensionado mando para o teu e-mail.

Anónimo disse...

Obrigado Paulo, pelas fotos.
Verifico que na 2ª. és o unico que está a dar tudo".Cuidado porque estavas em calções.
Um abraço e espero pelo teu E-mail.

Paulo Pereira disse...

O meu mail já está no início da coluna da direita do blog.
De qualquer maneira, aproveito para lembrar que é:

palpereira@hotmail.com

geocrusoe disse...

Sim senhor... gostei muito de te ver a esforçar-te (fisicamente claro!) e compreendo a emoção que deves ter sentido por teres vindo ao leme, o que te deve ter derretido um pouco as forças ;)

Anónimo disse...

é bom ouvir estes comentários de pessoas que por váerias razões não podem estar a viver na sua terra natal, e fico contente quando por alguma razão se fala das lages do pico, pois paulo eu espero que tambem os teus filhos os tragas por aqui e que lhe mostres o que nós temos de bom que penso não ser tão pouco como isso.relativamente ao passeio á vela só te falta dizer duas coisas o bote com o simbolo da foto MARIA ARMANDA e que nesse mesmo dia ouvimos gritar em cima do muro uma pessoa e ficou atrás por motivos de logistica do bote ah ah ah.
cumprimentos paulo para ti e toda a familia volta sempre que és bem vindo á tua terra