quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Bandeira Azul

A falta de nadadores-salvadores e a impossibilidade das zonas balneares mais pequenas gerarem os recursos financeiros necessários ao cumprimento das regras internacionais tem sido nalgumas ilhas um obstáculo ao aumento do número de candidaturas à Bandeira Azul.

A ideia foi expressa pelo Director Regional dos Assuntos do Mar que adiantou que a situação está a alterar-se, já que as entidades gestoras “perceberam que se tiverem a Bandeira Azul acabam por ganhar mais-valias financeiras” que lhes permitem suportar aqueles custos.

Actualmente, a Bandeira Azul está hasteada em cinco marinas e em 25 praias e zonas balneares de Santa Maria, São Miguel, Terceira e Faial, mas o Director Regional tem expectativas de que o galardão, em 2011, possa estender-se a outras ilhas, incluindo o Pico.

Para o Director Regional, esta relação, que se mantém desde 1999, tem estimulado um crescimento constante do número de galardões atribuídos e certificação dos serviços ambientais e sociais das águas balneares da Região.

1 comentário:

amsf disse...

As elites nacionais vão receber o meu cartão vermelho da mão do candidato José Manuel COELHO!

Ainda acredito numa 2ª volta que depende dos portugueses e não das empresas de sondagens...