segunda-feira, 12 de maio de 2008

Quem nos esclarece: As passagens aéreas estão mais baratas 15%, ou mais caras 12%?

Foto retirada da net

(...)Vejamos em que medida os tarifários aplicados nos transportes foram fundamentais no desenvolvimento dessas políticas:
- No tráfego aéreo territorial, também a preços constantes de 2007, entre 1996 e 2006, os decréscimos foram em média superiores a 2,5% ao ano e se, para o mesmo período, contabilizarmos tarifas mais taxas, incluindo a taxa de combustível, já que o que importa ao utente do serviço de transporte aéreo é o total a pagar, ainda assim o decréscimo médio anual continua a ser superior a 1,5%.

L. Machado In Plano para 2008,

Foto retirada de http://zirigunfo.blogspot.com


PSD/A denuncia : Passagens aéreas subiram 12%


O PSD/Açores denunciou ontem que as tarifas aéreas entre os Açores e o continente aumentaram mais de 12 por cento nos últimos dois anos, quando, no mesmo período, o preço das passagens entre Lisboa e dez destinos europeus sofreu uma redução no mesmo valor.


(...) Jorge Macedo acrescentou que utilizar o argumento do preço do petróleo para justificar o aumento do preço das passagens aéreas é uma "falácia", dado que, de acordo com o boletim trimestral do Banco de Portugal, em 2007, o preço médio do barril de petróleo, negociado em euros, aumentou apenas 0,4 por cento, e entre 2006 e 2007 o referido aumento foi de 1,5 por cento, segundo a direcção geral de Energia.




Claro que não estamos a duvidar da “habilidade” para a matemática de nenhum dos nossos representantes, que se querem sérios.


Contudo, ao confrontarmos estes truques com as recentes lamentações de Sua Excelência, o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, sobre o desinteresse da juventude pela política, só nos apetece dizer: os jovens de hoje estão mais cultos e informados que os da geração de 70.
E, como tal, não se deixam arrebanhar por personagens que teimam em nos (se) governar com base na “chico espertice” dos trocadilhos.

5 comentários:

H. Blayer disse...

A fotografia da TAP parece minha (H. Blayer), retirada do http://zirigunfo.blogspot.com
Não é que não se possa utilizar, mas pronto, não custa fazer referência.

Paulo Pereira disse...

Em primeiro lugar, parabéns pela foto.
De facto, quando vejo uma boa foto na net guardo-a na pasta de imagens sem me preocupar os créditos. As únicas excepções têm sido quando alguns colegas me entregam fotos pessolamente.
Fica a correcção e esteja sempre à vontade quer fotos quer textos.

Paulo Pereira disse...

Irra... esteja sempre à vontade quer para comentar fotos, quer textos.

Anónimo disse...

Não te irrites`Paulo que te faz mal ao fígado.

Patriota d’uns actos disse...

Sr basalto, não vê que os dois contendores estão ambos certos.
Sim, o sr Lizuarte está certíssimo quando afirma que as passagens diminuíram ao ritmo de 1,5% nos últimos dez anos. E o sr. Jorge Macedo está correctíssimo quando diz que estas aumentaram 12%.
Não pode ser, diz-me vossemecê, porque uma passagem não pode ter dois preços. E eu digo, pode.
Mas, diz-me vossemecê, isso é falcatrua, corrupção, aldrabice, pintodacostice ou cesarice. E eu digo, não é. E passo a explicar.
O sr Macedo quando compra a dita, está a comprá-la como cidadão comum, logo paga mais. E o sr Lizuarte, que não é nenhum tanso, quando age, está a fazê-lo na sua qualidade de deputado, nada mais elementar.
É que, se atendermos a que estes se aumentara em cerca de 130 a 300 euros por mês e que a viagem do sr Lizuarte é do Pico pró Faial, acho que até foi com consciência que calculou uma redução de 15%.
De certeza que em muitos meses a redução terá sido de 25%, 50%, 100% ou mesmo lhe pagaram p’ra viajar.
Cumprimentos do seu

Patriota d’uns actos