domingo, 14 de dezembro de 2008

O que diz a blogosfera sobre a abolição dos voos extraordinários de Natal para o Pico

Foto de Goreti Batista


Quando fiz a minha reserva comentou-se que seria muita má vontade da TAP se não fizesse qualquer voo extra para o Pico este ano dado o estado das reservas… Será que é só má vontade da TAP que impede tal sacrilégio que seria um voo extra para o Pico?

Comentários:

Resumindo e concluindo: Os 12 a zero são motivados pelo vento sul!
Ave-Maria, bendita!
Gostava, agora, de ver a cara do senhor Comandante mais a dos seus "companheiros de luta"...
Fala-se na privatização da TAP. Para pior não virá, certamente!?
Também, se nos tirarem o que temos, não vão ricos. - Anónimo

Sinceramente, não encontro palavras para exprimir o que me vai na alma!...
Tem razão jgavila.
Carradas da razão! No continente, para se resolver um problema, basta cortar uma estrada e "chamar" a TVI.
No Pico, no Pico... Santo Deus! Que Gente tão pacífica (Ou acomodada?).
Está bem bom! Já foi pior! Não se pode fazer nada!
Já chega destas afirmações. Ora bolas, que nós não merecemos continuar a ser tratados abaixo de ... de cão!
Ou merecemos? - Anónimo.


O In Concreto tem estado atento ás limitações do transporte aéreo e em especial ao transtorno causado aos estudantes que em poucos dias de férias têm que além de suportar a distância, têm também que aguentar-se com as limitações dos transportes para os Açores.
Neste sentido, subscrevo as preocupações do CDS/PP Pico acerca da inexistência de voos extra para a ilha montanha na época entre Natal e Ano Novo.

Comentários:

Deve-se a pressões políticas a manutenção do preço das passagens e a calendarização dos voos extra.
Como é que se percebe que rotas com poucos utentes e mais tempo de voo, como a de Estocolmo, a de Viena e a de Oslo, tenham preços mais baratos do que as dos Açores?
Como é que se percebe que duas ilhas complementares em termos de transportes, com a mesma população, uma tenha todos os voos extra e a outra nem um? - Alien.


Só vejo um "argumento" que pode ser invocado - embora seja insuficiente - o "argumento" do abastecimento de combustíveis. É incrível como esta situação continua por resolver.
E ninguém explica porquê. Naturalmente porque não há explicação, para além da falta de vontade. E não venham falar em custos, pois se era para ser assim não valia a pena ter ampliado o aeroporto.
Digo mesmo mais: Se era para ser assim, quem autorizou esse investimento deveria ir preso.
O voo "directo" Pico-Lisboa é uma estopada. Os passageiros são obrigados a ficar uma hora fechados dentro do avião, na escala na Terceira.

Comentários:

Tem toda a razão no que diz sobre as ligações com o Pico. Também esperava um reforço das ligações entre o Pico e Lisboa, na época de Natal, mas somos forçados a ir pelo Faial, tanto pela disponibilidade de lugares quanto pelo preço.
É incompreensível que, regra geral, a tarifa Lisboa-Pico seja bastante mais elevada do que a tarifa Lisboa-Horta (e vice-versa).
Claro que há tráfego que justifique mais voos. Somos milhares os que "inflacionamos" as estatísticas do tráfego no aeroporto do Faial.Também tem muita razão quanto ao abastecimento de combustíveis.
Ninguém compreende como ainda não está operacional. Judite.


Os picoenses, (das albarcas quase desaparecidas) são tão dignos e têm os mesmos direitos que os outros ilhéus - açorianos.

6 comentários:

artur xavier disse...

PARA OS EVENTUAIS INTERESSADOS, AQUI DEIXO A INFORMAÇÃO QUE, AINDA QUE SE VERIFIQUE UMA GREVE NO PRÓXIMO SÁBADO - 20, AS LIGAÇÕES PARA AS ILHAS CONTINUAM ASSEGURADAS, MANTENDO-SE OS MESMOS HORÁRIOS E DATAS.
ISTO SEGUNDO INFORMAÇÃO DA PRÓPRIA TAP (nº 707 205 700) E POR SABER QUE MUITA GENTE (NA SUA MAIORIA, ESTUDANTES) ANTECIPOU AS SUAS VIAGENS PARA O DIA 19 - VIA HORTA.
Votos de boas férias para todos e um Feliz Natal.

Anónimo disse...

Só mesmo vcs é que não percebem que turísticamente falando, são um destino que deixa muito a desejar.
Desculpem lá a franqueza, mas essa ilha não tem ponta por onde se pegue, para ver calhau, basta ir a uma pedreira, e museu a cheirar a mofo com meia duzia de tarecos lá dentro existe por todo o lado, a montanha realmente é bonita mas vista das ilhas adjacentes, por isso não se admirem de a TAP não querer voar para aí.
Confesso que estive aí uma vez (desporto) é foi uma desilusão, quer o jogo, quer a ilha em si.
Enfim...é apenas a minha triste opinião, mas concordo com a ideia de defender a terra onde vivemos.

Anónimo disse...

Este "melro", provavelmente veio de longe, e no bico trouxe algum apito.
Já alguem, muito me familiar dizia, e cada vez com mais razão:"AMIGOS DE LONGE VISTOS DE PERTO É UM OLHO FECHADO E OUTRA ABERTO".Todo o cuidado é pouco. Há alguns anos atrás estavamos sempre disponiveis e o resultado era levarmos o nosso calote. Mas agora, a musica é outra.Faça como o meu perdigueiro, quando me zango, meta o rabo entre as pernas e vá pregar a outra freguesia porque opiniões dessas (vozes)... não chegam ao Céu.

artur xavier disse...

"Vozes de burro, não chegam ao céu!"
Tratemos os bois pelos nomes. Este comentador anónimo deve ter vistas muito, senão demasiado, curtas. Só pode! ... "Somos um destino turístico, que deixa muito a desejar" "museu a cheirar a mofo, com meia dúzia de tarecos lá dentro"... Santo Deus! Já vi e li muita coisa, mas isto, em termos de baboseiras, bate recordes!
O Pico que, no conjunto Açores, pela sua cultura, pela sua paisagem, pelos seus aromas e sabores, pelas suas Gentes, ocupa um lugar de merecido relevo (Que não apenas pela imponência da sua montanha!), que a tranformam numa Ilha de magia e única, vem, agora, pela mão deste "melro", ser enxovalhada na praça pública. E o pior é que o "melro" é ignorante!Desconhece que o tal museu, a cheirar a mofo e com meia dúzia de tarecos lá dentro, é o mais visitado da Região.
Como Picoense e porque amo a Terra onde nasci, não posso sentir-me ofendido pelo opinador (no dizer do próprio, "a minha triste opinião"), porque, a mim, só ofende quem eu quero! Sinto-me é indignado e porque quem não sente, não vem de boa gente, faço questão de, aqui, neste momento, manifestar o meu estado de espírito.
Passe bem.

Anónimo disse...

o anonimo vem de uma terra tao bonita que nem teve coragem de mencionar qual...

Anónimo disse...

Este «melro» sem bico, deve ter vindo do Japão, que não conheço, seu cabeça de ...
é bom não te identificares, porque ainda levavas uma carrada de porrada das antigas e ficavas sem ter hipotese de mencionar mais uma vez que fosse as palavras: «ilha», «calhau», «pedreira», «mofo», «tarecos», «museu» e «montanha». Realmente a única desilusão que aqui leio é você, triste opinador de meia serrilha.