terça-feira, 20 de maio de 2008

Frutos



Pêssegos, pêras, laranjas,
morangos, cerejas, figos,
maçãs, melão, melancia,
ó música de meus sentidos,
pura delícia da língua;
deixai-me agora falar
do fruto que me fascina,
pelo sabor, pela cor,
pelo aroma das sílabas:
tangerina, tangerina.

Foto retirada da net
Eugénio de Andrade (1932-2005)

Eugénio de Andrade foi o pseudónimo de José Fontinhas Rato, poeta português, que nasceu a 19 de Janeiro de 1932 no Fundão.
Apesar do seu enorme prestígio nacional e internacional, Eugénio de Andrade sempre viveu distanciado da chamada vida social, literária ou mundana, tendo o próprio justificado as suas raras aparições públicas com "essa debilidade do coração que é a amizade".
In Wikipédia.

2 comentários:

Jose Augusto Soares disse...

O grande Eugénio...já tão esquecido, como é frequente e quase habitual neste país onde parece que os "grandes" são tantos que não dá para recordar e homenagear todos...

Bem fez ele em andar longe dos holofotes...

Fiat Lux disse...

Como somos descaradamente roubados pela Tap,

em

http://fiatluxcarpediem.blogspot.com