segunda-feira, 3 de novembro de 2008

As fotografias de Goreti Batista

A montanha - Debaixo da pele repuxada, nas veias, corre o basalto negro
S. Jorge ao fundo

O comprimento

O Faial ao fundo

A fumarola do piquinho

A baía das Lajes do Pico, ao fundo
Pormenor da costa do Pico
Ilhéus da Madalena, ou a iguana fitando a presa

O morro de Castelo Branco com o Pico e S. Jorge ao fundo

O vulcão dos Capelinhos
A mão que agarra e segura a ilha

Os docentes de uma escola têm as mais diversas origens, de tal modo que é muito frequente a interpelação: De onde és?
Eu digo que sou do Pico e, invariavelmente, ouço que não tenho sotaque. Já me cansei de dizer que, lá para as minhas bandas, a pronúncia não é acentuada e, regra geral, mudo de tema.
Ouço sempre dizer que a minha ilha é muito bonita, com gentes acolhedoras. Há mesmo quem goste de fazer alguns relatos das suas visitas.
Ou então, como foi o caso da professora Goreti Batista, opte por me mostrar fotografias.
Posso afirmar que fiquei siderado com as fotos da Goreti, pois acho que ela tem fotos dignas de uma exposição, ou mesmo de uma publicação em livro.
E também porque, acima de tudo, ela revela uma grande sensibilidade, que só pode ocorrer devido a uma grande dedicação à fotografia e um amor pelo Pico.

9 comentários:

Jordão disse...

Magnificas!
Só um pequeno repare, tem a certeza de que a foto que está legendada como pormenores da costa do Pico é mesmo no Pico? Se não é no Faial é muito semelhante à costa Sul da ilha azul!
Cumprimentos

JQ disse...

A foto é realmente no Pico, é em S.Caetano.

Jordão disse...

Ok, obrigado!

Jose Augusto Soares disse...

A maioria dos Continentais fica muito admirada quando aprendem que o Pico é a segunda maior ilha em tamanho.
Dizem quase sempre:
"Julgava que era a Terceira!"

Excelentes fotografias!

Anónimo disse...

eh pá voçês masturbam-se mesmo com essa merda do pico, porra!!!

Patriota d'uns actos disse...

Sr basalto, discordo novamente de si e concordo inteiramente com o anónimo anterior.
Vosselência mostra ostensivamente um ex libris de Portugal e isso não se faz, deveria ser proibido.
Ainda se mostrasse, de vez em quando, uma fotografiazinha do Pico visto da Horta, vá lá...
Vosselência deve ter mais pudor e não traumatizar aqueles que não têm nada para mostrar. Acho, mesmo que os srs deputados deveriam criar uma lei, ou então fazer um entendimento, que proibisse fotografar o Pico.
Olhe, vosselência, que uma montanha tão grande, ainda por cima voltada para cima, é uma grande indecência, tem de admitir.
E isso não é simpático para aqueles que já nada têm a apontar para cima, ou mesmo que nunca tiveram, quando eram novos!
Cubra-se, então, o Pico com um lençol, ou mesmo dinamite-se-o, como fizeram os taliban com os budas. Isto até será muito fácil, pois existem muitos taliban nas redondezas.
Olhe, sr basalto, vá por mim, mude de tema e fotografe aquelas areiazinhas dos capelinhos, que é a melhor parte do faial, sobretudo por ser aquela que, não leva muito, irá desaparecer.

Juliana Couto disse...

Concordo consigo... são imagens muito boas, que devem ser partilhadas!

LB disse...

As fotos são magníficas, sem dúvida. Tal como magnífico é o triângulo, que vale pelas particularidades das suas partes. Se não fossem tão diferentes entre si, não valeriam tanto no conjunto. Cada uma tem o seu próprio valor, mas está mais do que visto que nenhuma consegue fugir às outras. E isso vê-se até nos comentários depreciativos...

Domingos disse...

Caro paulo

Sempre achei que o triangulo do Atlântico era algo único no mundo... estas fotos apenas vêem acrescentar mais alguma certeza ao que já não duvidava! continua a mostrar o que esta região tem de melhor.